Davox
05/12/2023
Gostou desse conteúdo? Compartilhe!

Otite: 12 sintomas, causas e como tratar

Se você está convivendo com desconforto e fortes dores no ouvido, pode ser sinal de que está com otite. 

Muito comum nessa região, geralmente é um problema corriqueiro e de fácil resolução, porém sem o tratamento correto, a dor pode se estender e causar maiores complicações como a perda auditiva.  

Neste artigo, exploraremos os três principais tipos dessa doença, suas causas e, igualmente importante, estratégias eficazes de prevenção para preservar a saúde auditiva. Boa leitura!

O que é otite e principais causas?

Otite é um termo amplo que abrange infecções e inflamações no ouvido, podendo atingir suas partes interna, média e externa. 

Essa condição, bastante comum em diversas faixas etárias, tem causas variadas, incluindo bactérias, fungos, vírus e alergias. Crianças entre 6 e 36 meses, em particular, são mais propensas a desenvolver essa condição.

Quais são os tipos de otite?

A otite é classificada conforme a parte do ouvido que é afetada. Os três principais tipos dessa condição incluem externa, média e interna. A seguir, confira mais sobre cada um.

Externa

Refere-se à infecção que atinge o ouvido externo, composto pela porção exterior da orelha, incluindo o pavilhão auricular e o meato acústico externo.

Essa condição surge geralmente devido à invasão de bactérias na profundidade da pele ou ao desenvolvimento de fungos, muitas vezes associados ao acúmulo de umidade no ouvido.

Média

Este tipo de otite manifesta-se no ouvido médio, que engloba a porção interna do tímpano e a externa da cóclea, responsável pela função auditiva, além de se conectar à região nasal. 

É mais comum em períodos frios, estando frequentemente relacionada a doenças típicas do outono e inverno, como resfriados, gripes e infecções respiratórias ou de garganta.

Interna

Considerada possivelmente a forma mais grave, a otite interna atinge a parte mais profunda do ouvido, onde estão localizados o labirinto e a parte interna da cóclea.

Devido às estruturas delicadas presentes nessa região, responsáveis pelo equilíbrio, as infecções nessa área demandam uma atenção especial por parte do paciente.

Quais são os principais sintomas dessa condição?

A otite apresenta uma variedade de sintomas que podem afetar significativamente a qualidade de vida do paciente. Entre os sinais mais comuns estão:

  1. Coceira na orelha;
  2. Dor de cabeça;
  3. Dor de ouvido leve ou grave;
  4. Eliminação constante de secreções amareladas, esverdeadas ou sanguinolentas;
  5. Febre;
  6. Perda de apetite;
  7. Problemas para dormir;
  8. Sensação de calor e vermelhidão;
  9. Sensação de pressão no ouvido e som abafado;
  10. Tontura;
  11. Vômitos;
  12. Zumbido.

Em todos os casos, é crucial que o paciente busque uma avaliação médica, visto o risco de complicações auditivas decorrentes da falta de tratamento adequado.

Como o diagnóstico?

O diagnóstico da otite é conduzido por um otorrinolaringologista, um especialista qualificado para realizar uma avaliação completa.

Essa análise abrange a consideração dos sintomas relatados pelo paciente, juntamente com um exame otológico que permite a visualização do interior do ouvido.

No decorrer do exame, o profissional considera diversos fatores, como a presença de traumatismo, a sensibilidade ao tracionar o trágus ou a orelha, e o tipo de secreção apresentada.

Em determinadas situações, procedimentos adicionais podem ser recomendados, como aspiração e avaliação em microscópio, exames da secreção, biópsia, audiometrias e, em alguns casos, tomografias.

Como funciona o tratamento?

O tratamento da otite é personalizado, considerando o tipo da doença e sua gravidade.

Na otite externa, podem ser utilizados medicamentos locais, aspirações para remoção da secreção, curativos com soluções antimicóticas e/ou antibióticas, cauterizações de lesões polipoides e remoção de cerume.

Medidas como o uso de tampões, a interrupção do uso de cotonetes e a precaução contra a exposição à água são frequentemente recomendadas nos casos de coceira intensa.

Já nas otites médias, o tratamento pode incluir o uso de medicamentos anti-inflamatórios, antibióticos, analgésicos e antitérmicos, associados a limpezas nasais e descongestionantes, conforme necessário.

Por outro lado, a otite interna exige cuidados mais intensos para controlar a infecção, podendo até mesmo requerer a internação do paciente.

Como prevenir a otite?

Para prevenir essa condição, é necessário realizar alguns cuidados específicos que variam conforme o tipo da doença.

Para evitar a otite externa, é crucial evitar a exposição a fatores irritativos e desencorajar o uso de cotonetes, que podem causar lesões no canal auditivo externo.

Quanto à média, a prevenção está associada ao cuidado das vias aéreas superiores. Aplicar soluções salinas nas narinas pode reduzir o risco de infecções que podem levar à otite média.

No caso das crianças, a prevenção é especialmente importante. Incentivar o aleitamento materno, orientar mamadas em posição elevada, evitar a exposição domiciliar ao cigarro e o uso de chupetas, bem como manter a vacinação em dia são medidas essenciais.

Veja também – 4 dicas para fazer a limpeza do ouvido de maneira correta

A otite pode causar perda auditiva?

A otite, quando não tratada, pode levar a complicações que resultam em perda auditiva. 

O acúmulo de secreção no ouvido, a imobilização dos ossículos ou o rompimento do tímpano são possíveis consequências dessa condição não tratada, todas contribuindo para a deterioração da capacidade auditiva do paciente.

Caso chegue a esse ponto, o uso de um aparelho auditivo aparece como opção para recuperar a qualidade de vida e bem-estar do paciente. Neste caso, é importante procurar um especialista para auxiliar na adaptação e escolha do aparelho auditivo certo.

Leia mais – Perda auditiva: Conheça os tipos, causas e tratamentos

Conte Conosco 

A Davox é uma empresa com mais de 28 anos de experiência no mercado de saúde auditiva. Oferecemos desde o atendimento fonoaudiológico até a venda de aparelhos, incluindo orientações em todas as etapas do cuidado.

Com experiência na área, nossa loja possui o atendimento necessário para orientar você na escolha do novo aparelho auditivo em São José. 

Entre em contato conosco através do nosso telefone (48) 3771-8582 ou WhatsApp (48) 99151-0065. Você também pode entrar em contato e esclarecer suas dúvidas aqui.

Assine nossa newsletter